Segunda-feira, 2 de Agosto de 2004

Ai a bela francesinha...

No Diário de Notícias de hoje:

«ALFREDO MENDES
«Não se trata de um qualquer legado das Folies Bergères. Na cidade da Virgem, Porto, a pitança sacia bandulhos angulosos ou enfezados, borrifando-se ambos para os cintos de castidade gastronómica. Aos devassos da culinária, o fervor pelas famosas francesinhas é tal que ganhou honra de confraria, em 2000, e festival anual.

«Em cada comedouro o seu segredo. No molho vive o clímax do gosto, asseguram uns. Na composição da especialidade mora o êxtase do palato, ateimam outros. Pois semelhantes mademoiselles levam duas fatias de pão de forma, outras tantas de carne assada, igual quantidade de mortadela e fiambrino. Tudo acamado, um pedaço de salsicha fresca, aberta ao meio, dois nacos de linguiça, também fresca.

«A iguaria vai a grelhar na «prensa», entrando na funçanata uma fatia de fiambre fino refastelada por cima e outra de queijo flamengo, a gratinar. Depois, uma segunda fatia de pão de forma barrada com manteiga. Por fim, três fatias de queijo na apoteose da coqueterie.

«Molho por molho, dente por dente: seis bocados de presunto da parte do couro, cebola, tomate, alho francês (bien sur), alho picado, louro, salsa e goladas de maduro branco. Estrugido e, à mistura, o vigor do tomate dissolvido em água, tipo calda. Segue-se a fervura. Dissolvida em água, na ribalta farinha triga, piripiri, mostarda, molho inglês, colorau, sal, cerveja (ou vinho fino) e whisky. Molhinho fervido, é coado e toca a desmaiar sobre o charme da tripeira francesinha.

«Em outros poisos há quem a sirva com bife de permeio, ovo montado e batatas fritas. O pecado da gula, e este bem picante se afigura, desconhece apertos de cinto.

«E aqui está, em suma, a única invenção gastronómica do Porto no século XX, proclamou o historiador Hélder Pacheco. Comer uma loura, luminosa francesinha, eis um hábito bem enraizado aqui na cidade.

«Então como viu a luz do dia esta reputada tentação? Foi na Rua do Bonjardim, Porto, Restaurante Regaleira. Sapiência de Daniel David Silva, andarilho por França e Bélgica. Na década de 50 inventou o pitéu - o seu Arco do Triunfo. Inspirado na quentura das gaulesas, baptizá-lo-ia de francesinha. Desde então, apetitosas francesinhas tomaram de assalto o burgo, expandindo-se para lá da via de cintura interna.

«Cobiçadas, as do Mokaba de boa memória, Vila Nova de Gaia, as do Restaurante Gaveto, Matosinhos, enquanto na Invicta, para além do Francesinhas E C.ª, a clientela não se dará por arrependida acaso amesande na Galiza, Gamabar, Capa Negra, Cufra, Cunha, Convívio.

«Glória, então, a Daniel Silva. Ao emigrante que, num dia de suculento devaneio culinário, nos deu a comer as formosas francesinhas.

«Sejamos levianos.»

Não esquecer: a bela cerveja a acompanhar. Para alguns, a loura imperial, embora para os locais também mereça a mistura espumosa e avermelhada com groselha. Para mim, é uma mista de imperial preta e branca.

Classificação: muito prazeirosa, de facto, mas fraco zen. É impossível sobreviver-lhe sem um jejum rigoroso nas duas semanas seguintes. Sugestão: partilha zen da sua francesa à moda tripeira.
publicado por caloria fatal às 12:52
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Anónimo a 15 de Agosto de 2004 às 22:33
sim sim sim!Como um gin tónico com limão e muito gelo!Pilantra
</a>
(mailto:samartaim@yahoo.com.br)


De Anónimo a 14 de Agosto de 2004 às 10:56
com espuma até ao cimo? geladas? saborosinhas? ah, crioulas...Caloria Fatal
(http://caloriazen.blogs.sapo.pt)
(mailto:daydreaming@sapo.pt)


De Anónimo a 13 de Agosto de 2004 às 18:21
Pois é... eu não vou muito com essas francesinhas, prefiro as outras... MAS... bebo sempre imperiais a que chamo «crioulas», isto é, mistas de loiras e pretas...
Beijos Caloria! Beijos Bifinha! Estou de passagem mas vim matar saudades!
Pilantra
</a>
(mailto:samartaim@yahoo.com.br)


De Anónimo a 2 de Agosto de 2004 às 16:48
A mim apetecia-me algo que nao tem a ver com ganhar calorias mas sim o contrario!!Bifinha
</a>
(mailto:bifinha@ntlworld.com)


De Anónimo a 2 de Agosto de 2004 às 16:22
são as vicissitudes dos servidores emprestados, amiga. já comeu um pretzel hoje? a mim apetecia-me um...Caloria Fatal
(http://caloriazen.blogs.sapo.pt)
(mailto:daydreaming@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Agosto de 2004 às 14:57
Assim estah muito melhor!

:-PBifinha
</a>
(mailto:bifinha@ntlwrld.com)


De Anónimo a 2 de Agosto de 2004 às 13:56
Minha amiga, eu sei que as francesinhas sao qq coisa de delicioso mas nao acha que tres de seguida eh um pouco demais???Bifinha
</a>
(mailto:bifinha@ntlworld.com)


Comentar post